Pilates para praticantes de Ballet

Ballet é uma arte que demanda excelência em treinamento, condicionamento e disciplina. Atualmente existe uma crescente apreciação da atuação do fisioterapeuta como parte da equipe que cuida da saúde do dançarino. A importância da participação desse profissional no Ballet se torna mais evidente com base no alto índice de bailarinos com lesão e no crescente número de publicações de estudos científicos realizados por fisioterapeutas desde a década de 80. Muitos dos autores dessas pesquisas fornecem consultoria para companhias internacionais de Ballet.



A prevalência de lesões contabiliza 65- 80% para membros inferiores, 10-17% para coluna e dentre 5-15% de membros superiores. O desequilíbrio muscular, por exemplo, é um dos fatores responsáveis por lesões, já que a ênfase dos movimentos é dada em flexão, rotação externa e abdução de quadril. Esse desequilíbrio altera a flexibilidade de tecidos moles (músculos, cápsula articular e ligamentos) da região lombo-pélvica e das articulações do quadris, tornando-as suscetíveis a lesões.



Uma intervenção precoce é fundamental para que haja prevenção. Tal intervenção pode consistir de exercícios de Pilates com foco em alongamento e fortalecimento dos grupos musculares apropriados, mediante uma avaliação criteriosa e individual de cada dançarino.

Compartilhar:

Veja mais atigos